Pastore Car Collection

ver filtros
Categorias
Fabricante
Ano
Opcionais

Yamaha RD350 R

Cancelar oferta

Oferta para o veículo RD350 R 1987

Cancelar compartilhamento

Yamaha RD350 R

  • Informações Gerais

    Marca: Yamaha
    Modelo: RD350 R
    Ano Fabricação/Ano Modelo: 1987/1987
    Cor: Preta/Vermelha
    Quilometragem: 31.949
    Dimensões - Comp./Largura/Altura (mm): 2012/690/780
    Ocupantes: 2
    Valor: R$ 45.000,00

  • Mecânica e Segurança

    Combustível: Gasolina
    Motor: 347cc3 - 2 Tempos
    Potência: 55cv
    Velocidade Máxima: 200 km/h
    Câmbio: Manual - 6 velocidades
    Tração: Traseira
    Aceleração 0-100km/h: 5 segundos
    Freios: Disco nas 2 Rodas
    Rodas: Liga Leve R18

  • Acessórios/Opcionais

  • Informações Extra

    País de Origem: Brasil

ATENÇÃO! Devido a grande rotatividade em nosso estoque, se faz necessário a consulta diretamente em nossa loja para certificar de que o veículo ainda se encontra sob nossos cuidados. O valor do anúncio deve ser confirmado, pois o mesmo pode ter sido ajustado em nossa loja e ainda não ter sido modificado neste site. Obrigado pela compreensão. Pastore Car Collection.

Observações

Yamaha RD350 R 1987/1987 na cor Preta com grafismos em vermelho. Motocicleta em ótimo estado de conservação, também conhecida como a viúva negra.

Motor 2 Tempos, 2 cilindros paralelos, 347 cm³, refrigeração líquida, 2 carburadores Mikuni VM-26 mm, potência de 55 cv a 9000 rpm. Torque de 4,7 kgfm a 8500 rpm

Freio Dianteiro: Disco duplo, 267 mm, 2 pistões
Freio Traseiro: Disco simples, 267 mm, 1 pistão
Peso: 154 kg

Em 1980 a Yamaha volta às 350 cilindradas, derivada das TZ 350 de competição, é lançada a RD 350 LC (Liquid Cooled), refrigeração líquida, CDI (Ignição eletrônica) e freio à disco nas duas rodas, sendo duplo na dianteira. Em 1983 recebe o sistema YPVS (Yamaha Power Valve System), Trata-se de uma válvula que abre e fecha a janela de escapamento do motor através de um motor elétrico controlado por um sistema eletrônico. Quando o motor está funcionando a menos de 5 mil RPM, a válvula se fecha e restringe a saída dos gases de escapamento, fazendo o motor produzir mais torque em baixas rotações e tornando a pilotagem mais dócil. Quando a moto ultrapassa os 5 mil RPM, a válvula se abre gradualmente (faz com que o motor tenha uma melhor curva de torque até o limite de potência máxima do motor), tornado o motor um pouco mais elástico. Em 1986 passa a ser produzida no Brasil com novo visual e carenagem semi-integral e já em 1987 uma decisão da Yamaha centraliza a produção das RD350 em nosso país, sendo exportada para o resto do mundo e descontinuada no Japão. Assim a RD350 no ano de 1988, ganha carenagem integral, discos de freios ventilados, suspensão dianteira Showa e um novo nome, RD350R, adequando-se ao exigente mercado externo.

Outros veículos sugeridos: